MVIzquierdo

O Lado Esquerdo dos Blogs ou Aquele Blog Onde Você Sente Vergonha Alheia, Mas Tranquilo

Pesquisar neste blog

Translate

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Férias

O blog MVI vai tirar férias!

Por isso, não haverá posts. Já podem comemorar.

Feliz ano novo para todos.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Viaduto do Chá 2

Ontem, um grupo do MST fez um acampamento no Viaduto do Chá.

Ao fundo, Shopping Light

Ao fundo, Prefeitura do Município de São Paulo
Ao fundo, São Paulo. Vovó à frente
Sensacional.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Viaduto do Chá

Hoje, eu estava sentado no chão do viaduto do Chá, em frente à Prefeitura.

Um morador de rua me viu, acenou para mim e sorriu.

O chão do viaduto do Chá é humilde.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

São Paulo da Insolação

Hoje eu fui gravar uma matéria no estádio do Pacaembu.

A equipe da TV olhou pro céu e constatou: "é, está nublado".

Não só nublado como garoando até, o que quase fez com que entrássemos em absoluto pânico, cancelando o dia de externa. Mas utilizamos o método respiratório de controle de nervos: inspiramos fundo e continuamos lá.

Tanto é que, quando expiramos, as nuvens escuras de dissiparam, e um baita sol apareceu.

E com ele, uma incrível e ardida insolação.

E, logo depois, nuvens e um leve friozinho.

Clima de São Paulo: lástima.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

John

Se um deus me perguntasse que Beatles eu gostaria de me tornar, eu responderia John Lennon.

Sarcástico, controverso, um tanto problemático... poeta. Grande compositor.


Lennon

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Escuro

Outro dia acabou a luz na rua de casa.

Em meio a velas e celulares ligados no brilho máximo, a casa estava triste; quieta.

Do meu quarto, eu ouvi uma voz de mulher vindo da rua:

"3, 2, 1... Lá vou eu", e risos de criança.

Foi bom.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

A lei dos homes

Na parede da entrada da rua onde eu moro, alguém, há muitos anos atrás, grafitou a caricatura de um homem e, a baixo dela, perpetuou um dito: "A lei dos homes é currupita"

Hoje, a inscrição se apagou. Mas, amigo grafiteiro, a lei dos homes continua corrupita.

Para eternizar: "A lei dos homes é corrupita"

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Lindo

Como é lindo, na parede, o reflexo da luz rebatido na água, na noite paulista.

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Unhas auto-imunes

Você percebe que sua unha tá grande demais quando o seu corpo começa a ser um perigo para o seu próprio corpo.

É tipo sua defesa te atacando.

Tipo doenças auto-imunes.

Ou seja, unhas grandes são doenças auto-imunes.

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

black friday

Este post é metade do post que deveria ser.

Vale metade do que poderia valer.

E acrescenta metade de nada.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Canetas são de sagitário

A minha teoria suprema é a de que canetas possuem um tipo de destino próprio... livre-arbítrio!

Não foram feitas para estarem presas. Não se apegam muito às pessoas. Por isso também não conseguem ficar muito tempo com a mesma bolsa ou estojo.

Acredito que a maioria das canetas são produzidas entre novembro e dezembro, sendo assim do signo de sagitário, e por isso essa necessidade do novo, da aventura.

Elas têm um estilo instável, independente: gostam de sair, viajar, conhecer lugares novos; bolsos novos.


Quando se relaciona com uma caneta, é preciso entender que elas são sagitarianas livres, e partem, inesperadamente.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Tecnologia

E mais um post do blog é redigido na rua, na volta do trabalho, depois de um dia cheio.

A tecnologia é fascinante.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

não-post nº DXXII

Em um de suas crônicas para o jornal, Drummond comentou sobre como o mundo é vasto em assuntos para escrever, e como os temas são infindáveis.

E como ele, por inúmeras vezes, não fazia ideia do que iria falar.

Fico feliz de termos algo em comum.

Esse é mais um não-post.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Valor

É engraçado como a gente acha que as pessoas vão enxergar as coisas com o mesmo valor que a gente enxerga.

Outro dia, um amigo me emprestou um livro... e quando digo "livro", o meu amigo ouve "objeto incrível que contém a Verdade, e representa uma sabedoria fascinante, que poucos têm, e, por tê-lo, sou um abençoado".

Peguei o livro emprestado e deixei na mesa do trabalho.

No dia seguinte, ele me ligou desesperado: "Cara, onde você deixou meu livro, pelo amor de Deus? Ele tá aí com você?!"

Eu respondi: "Deixei no trabalho, em cima da mesa"

Ele, ressabiado:  "Você tá louco? Deixar um livro daqueles na mesa? Alguém pode ver e roubar! Cara, não faz isso comigo!!!".

Ninguém roubou o livro. Ele continua na mesa do trabalho. E vai continuar por um bom tempo, por acaso.

A gente acha que as pessoas vão enxergar as coisas com o mesmo valor que a gente enxerga.

terça-feira, 19 de novembro de 2013

E nem é segunda-feira

Raspei o meu carro no carro de um cara, na rua.

Passei 20 minutos tentando cancelar um cartão de crédito do Bradesco.

Peguei chuva, voltando do almoço.

E nem é segunda-feira.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Calendário

Sabe aquela situação exasperante de pouco tempo para fazer um mundo de coisas?

E, em vez de você progredir no trabalho, acaba não sabendo nem mesmo por onde começar e... não faz nada - fica extático?

Então, comprei um calendário...

Post no blog do dia 18 de novembro de 2013 check! Valeu, calendário.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Quente e frio

Final de semana passado, eu fiz um curso; no intervalo, saí com um grupo de colegas pra almoçar numa espelunca.

Infelizmente, o prato de todo mundo já tinha chegado, menos o meu (maldita espelunca...). Mas todos esperaram que o meu chegasse, para que pudessem começar a comer.

Uma atitude calorosa, que resultou em pratos frios.

Sei lá, só uma pequena ironia para esta terça-feira...



segunda-feira, 11 de novembro de 2013

GGGRRRIIITTTOOOO

NÃOOOO É HORRRRÍÍÍVELLLL QUANNNDDDOOOO 

ALGUÉÉÉM QQUUUERRR PPRROOVAARR SSUUUAAA 

OOPPIIINNNIIIÃÃÃO UUUUSSSANNNDOO UUUMMM 

TTEEXXXTOOO EM CCCAIIXAA ALLLTTAAA, EMMMM 

NNNEEEGGRIIIITTOOOO, NNAAA COOORRR 

VERRMEELLHHAAA, RRREEEPPEETTINNDOO 

TOOODDAASS AASS LLEETTRRAASSS,  EEMMM 

VEEZZZ DEEEEE UUUMM BOOOMMMM 

AAARRRGUUUUMENNNTTOOOOO??????!!!!!!!!!




Lástima

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Justin Bieber e a Bíblia Sagrada (Justin Bíblia)

Justin Bieber é mais cristão do que se pensa:


Justin Bieber: "Never say never" 
Bíblia: "Responderam os servidores: Nunca homem algum falou assim como este homem"


Justin Bieber: "My baby, baby, baby oooh/ I thought you`d always be mine, mine"

Bíblia: "Este é o meu repouso para sempre; aqui habitarei, pois o desejei".

Justin Bieber: "Don't tell me you're my heartbreaker /Cuz, girl, my heart's breaking (heartbreaker)"
Bíblia: "Então o ­Senhor arrependeu-se de ter feito o homem sobre a ter­ra, e isso cortou-lhe o coração". 

Justin Bieber: "Your world is my world / And my fight is your fight / My breath is your breath/ And your heart (and now I've got)"
Bíblia: "O meu amado é meu, e eu sou dele; ele apascenta o seu rebanho entre os lírios".

Justin Bieber: "If I was your boyfriend, never let you go / Keep you on my arm girl, you'd never be alone"
Bíblia: "ensinando-os a obedecer a tudo o que eu ordenei a vocês. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos"

Justin Bieber: "But no more / If you let me inside of your world/ There'll be one less lonely girl"
Bíblia: "Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne". 

Justin Bieber: "I close my eyes and I can see a better day/ I close my eyes and pray / I close my eyes and I can see a better day / I close my eyes and pray"
Bíblia: "Orai sem cessar".

Justin Bíblia!

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Assinado: Arnaldo Jabor

"Na casa da minha avó, eu achei um texto sobre a presidente Dilma e sua política.

"Um texto terrivelmente mal escrito, que consistia em começar todas as frases da mesma forma, e só mudar o final. Algo tipo:

"A Era Dilma é roubalheira.
"A Era Dilma é caixa 2.
"A Era Dilma é Bolsa-Qualquer-Coisa.

"Tudo muito simplista e cafona. E terrivelmente mal escrito.

"E no final, firmado: Arnaldo Jabor.

"É óbvio que não foi ele quem escreveu. É óbvio que milhares de pessoas que querem seu texto (ou tentativa de) sobre política lido, vão se aproveitar do nome de pessoas como Arnaldo Jabor, Ricardo Boechat, Marx (muito fora de contexto?).

"E outa, eu já comentei que o texto era terrivelmente mal escrito?"

Arnaldo Jabor.

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Segunda-cídio

Chuva.

Vento que resfria o corpo, mas não está propriamente frio.

Tênis que molha.

Meia que ensopa.

Céu que se permanece assombrado.

E o pior: segunda-feira.

Tem que amar muito a vida, para não resvalar na ideia de suicídio.

Lástima.

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Versos de Circunstância

Hoje é aniversário de um dos meus maiores ídolos: Carlos Drummond de Andrade.

E, pra comemorar, eu peregrinei pela Avenida Paulista, até o harém do saber, chamado Livraria Cultura (onde você pode ter relações culturais múltiplas e simultâneas).

Adquiri o mais novo volume dedicado ao CDA, Versos de Circunstância.

É a coisa mais linda. Fotos de manuscritos seus, com poemas e dedicatórias a amigos e gente importante (ou ambos).

Inúmeros poemas fofos para Manuel Bandeira.

Pra quem gosta/ ama/ CDA rule's/ é doente, vale muito a pena conferir.

É inspirador.

Parabéns, mestre.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

ivbrhbrjbhjfvbhjbvhbiVÇ

Eu quero escrever.

Eu me obrigo.

Mas o que eu tenho pra dizer é: bdfubbrvibfrvhhbevuybvhjubvyubfhjfbvujfrbhjbhafyvbhjf.


ojbvhijbfhbvhfv.


wnfivrbvhbfrhvbhjbfvhjbvhjbhv.


ivbrhbrjbhjfvbhjbvhbiVÇ.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

cabeça picasso

Mil coisa na cabeça.

Textos, entrevistas, externas, blog, vida (vida?), cursos, livros, estudos, diversão (heim?).

Imageticamente, essa massa disforme chamada de "minha cabeça", se concretizaria desta maneira:


Minha cabeça está um Picasso.


sexta-feira, 25 de outubro de 2013

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Ainda é tempo...

Há um tempo atrás, entre uma gravação e outra, a equipe da TV quis se divertir.

Foi como uma volta ao passado. 

Arcade do Street Fighter II (eu disse "dois"), simuladores toscos de corrida, e claro... Pinball! que ainda está vivo, vivo!




segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Prateleiras

Visitar os antiquários e lojas de móveis antigos da Cardeal Arcoverde é uma experiência transcendental.

Ainda mais pra quem adora coisas antigas.

Outro dia eu estava andando por lá, procurando uma prateleira. Móvel pra colocar livros (que estão no chão ou em cima da escrivaninha... por todos os lados, na verdade).

Mas nenhuma loja tinha uma única prateleira, até que, depois de garimpar muito, uma funcionária explicou que prateleiras apareceram há pouco tempo. São coisa nova no mercado. Produzidas e vendidas aos montes em lojas de móveis normais.

Quem diria!

Vou ter que esperar uns bons anos pra comprar uma prateleira antiga.

Droga.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

A verdade sobre a Galeria do Rock

Há um tempo atrás, eu produzi uma matéria sobre sobre a Galeria do Rock.

Tive o prazer de conhecer o Toninho da Galeria, um administrador/sociólogo/psicólogo, que alavancou a Galeria há alguns anos.

Ele explica que tudo nela é pensado: o estilo amarelado do piso e o ar de vintage do ambiente são propositais: o lugar tem uma intensa faxina e nada ali é mal cuidado.

A iluminação é quente e preenche todos os espaços. Não deixa muitas sombras. Tudo para criar um clima nostálgico, quase sépia.

A Galeira do Rock é associado a um rito de passagem: muitos pais levam seus filhos nela. Para aqueles, é como se passassem um ensinamento.

A Galeria, conceitualmente, não é tida como um centro comercial, mas como um espaço cultural e ideológico: lá, você preza pelo seu estilo e forma de pensar. Faz a sua tatuagem, compra a camisa da sua banda, alarga sua orelha.

Na Galeria, é absolutamente incomum atritos e brigas. Punk's e skinheads se esbarram lá com frequência, por exemplo.

E quando o Toninho ouve dizerem que o centro é perigoso, e que se deve ter cuidado na hora de andar na Galeria, ele arremata: "É verdade! Não venha, é perigoso mesmo". Porque nada sobrevive no mundo do Rock se não tiver um bom e terrível mito ao seu redor.

A Galeria é sensacional!

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

A arte de fazer anoitecer

Sabe aqueles sábados ou domingos, em que você acorda às 8 da manhã e não precisa acordar cedo?

A claridade do dia perpassa a janela aberta e você decide...

Que o melhor a fazer é fechar a janela e, milagrosamente, fazer anoitecer novamente.

A arte de fazer anoitecer!

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Mictórios elucidativos

Dependendo do estabelecimento, o único vestígio que um homem encontra para saber se o banheiro é feminino ou masculino é o mictório.

O problema é ter escolhido primeiro entrar no que não tem mictórios.

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Ensinou

Uma vez um professor muito importante, da faculdade, ensinou: "Cultive o amor ao saber".

E outro professor, igualmente importante, disse: "Só me enganei uma vez: quando acreditei estar enganado!" 

Professores mudam o país. 

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Mar




De volta a São Paulo.
Lástima.

De volta ao blog.
Lás... Não, brincadeirinha. Eu te amo, blog.

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Redação

A redação deste blog se deslocou temporariamente para um novo local.

Uma foto da vista da janela da produtora de conteúdo do mvizquierdo:

terça-feira, 10 de setembro de 2013

L pelo d

Outro lia eu preguei uma peça num amigo.

Ede tem TOC e por isso sistematiza e organiza tulo; e eu usei lisso pra fazer com que ede conheça um pouco do inferno la lesorganização.

Troquei tulo le dugar. Misturei os letalhes mais simples. Tulo pra deixar ele um tanto consternalo.

Mas eu fui adém. Troquei a tecda do "l", no tecdalo dele, pedo "d".

O mais interessante, é que enquanto ede religia, trocou as detras.

Os odhos lede foram mais lecisivos lo que seu instinto, seu hábito.

Somos muito visuais.


Hoje em lia, nós polemos até sentir que adgo existe. Mas se não vemos, não está dá.

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Um amor que nasce

No metrô, outro dia, um homem, de uns 50 anos, quis me bater.

Ele gritava e xingava alguém pelo celular, mas o aparelho ficava sempre de cabeça pra baixo, desligado.

Eu olhava para ele, observava os modos.

Ele dizia "Mata ele!!!". Berrava que tinha que ser assim; ponto final. Eu continuava olhando. Puro interesse. Deu pra perceber que era tudo piração.

Ao sair do vagão, eu ri dele. Um misto de dó e de um tipo sensação de público de uma peça de humor. Meio Brecht, meio "Pra trair e coçar é só começar".

Ele percebeu e me perseguiu. Disse que queria que eu saísse do metrô. Queria me pegar.

Tentei não ligar pra ele. Acabei o despistando.

Infelizmente ele teve o que quis. Alguém lhe deu atenção, e ele se apegou a essa pessoa, a querendo imensamente. A querendo para si.

Como a um amor.

Lástima.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Devassa

"Devassa" pode muito bem ter derivado de "devassado", que significa exposto, publicado, à vista.

Uma mulher devassa, pode ser aquela se expõe, se mostra, se dá ao público.

Aquela que mostra o que, normalmente, está encoberto


.

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Mexendo na mochila

Na escola, quando o horário da aula já tinha passado, mas o professor continuava falando, os alunos mexiam nas mochilas. Pra fazer barulho mesmo.

Um tipo de sinal... um ruído como o que o cachorro faz quando você vai tocar na comida dele.

E se você estudava de manhã, a imagem é exatamente essa.

Pois então. De vez em quando, na vida, é bom mexer na mochila, pra avisar que as coisas estão passando da hora...

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Reticências e cartas de amor

Semana passada, eu fui gravar uma matéria no Solar da Marquesa, lá no centrão velho.

O Solar é um museu feito para contar a história de Domitila, para ser mais exato, Domitila de Castro Canto e Melo, a própria Marquesa de Santos,  uma mulher paulistana que, digamos, esteve à frente de seu tempo. À frente de outras mulheres também, já que ela fisgou nada menos que Dom Pedro I, para ser mais exato, Pedro de Alcântara Francisco António João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon.

E esse museu possui algumas cartas de amor que D. Pedro mandou para sua amante, dentre elas:

Ele a chamava de Titília, e ela o chamava de Demonão. #fofo.

Mas o mais sensacional é o período em que Demonão insinua: "Aceite abraços, e beijos e..."

Se essas reticências falassem...

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Só um aquecimento

O cara estava aparentemente se aquecendo para uma corrida.

Vestindo roupas leves, ele pulava, se alongava, e chegou a fazer flexões de braço.

Eu comentei onde ele fez tudo isso? Não? Ah tá; era no trem do metrô.



Mas tudo bem. Isso nem sequer me chocou...

Não; nem um pouco.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Furtaram o roubo

Hoje, num elevador, dois amigos se encontraram:

- Hei, vem cá. Você disse que foi assaltado?! Meu Deus. E aí? Tá tudo bem?

- Sim, sim. Foi horrível.

- Minha nossa! Mas o que levaram.

- Meu Iphone.

- E como aconteceu? Me conta...

- Ah, antes de entrar no trem do metrô, eu mexi no Iphone e guardei no bolso.

- Hmmm... vai, fala logo!!!!

- E daí quando eu fui ver, ele não tava mais no meu bolso.

- E?

- E levaram ele sem eu perceber... Nem senti nada. Foi horrível.


Leitor deste blog, você tinha que ter visto a expressão de frustração daquele ouvinte. O susto que ele teve ao saber que o amigo tinha sido roubado, se transformou em um total desejo de vingança, quando ele descobriu que na verdade ele foi furtado.

Furtaram o roubo da história...

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Culpa

Não meça sua culpa pelo tamanho da dor dos outros; mas pela falta de moral ou ética de suas ações.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Comunicação Colgate

Hoje, no banheiro, eu chego e encontro um colega do trabalho escovando os dentes.
Começo a escovar os meus também. É iniciada uma conversa...

- He-i, e-ai, Arxelo, (baba), tucho ben?

- Oh, Luix, cher-to (babo). E foxxxe?

- Anquii-luu. (baba de novo)..

- Ah?

- Chanquin-lo.

- Ah?!

- (para de escovar os dentes; cospe) Tranquilo! (volta a escová-los) I uhh ojecho ovo (cospe)?

- Anquii-luu.

- Hein?

- Chanquin-lo.

- Heim?!

- (paro de escovar os dentes; cuspo; enxáguo; me seco) Tchau, Luiz!

É por isso que eu odeio conversar enquanto escovo os dentes.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Café, bolo e caldinho de feijão

Às vezes as opções da maquininha de café vão além do vanilla e do chazinho.

Há umas semanas, eu entrei numa loja de roupas, mas não foi o preço das blusas de frio que me surpreenderam, mas uma máquina de café...


Aparentemente normal, mas quando eu cheguei perto...



Impressionantemente, essa máquina tinha as opções: "beans water", que numa tradução livre para o português significa "água de feijão", popularmente conhecido como "caldinho de feijão da vovó".

Mas a opção que eu mais gostei foi "cake", bolo!

Isso sim é inovação!

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Serumano

Ser humano gananciosos, estúpidos, maus, violentos.

Seres errados.

Tem gente que acerta  ao chama-los de "serumano".

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

O homem do passado (ou da bolha)

Há uns dias, metrô, plataforma.

Um homem olha para o trem chegando com um espanto surreal nos olhos. Se aproxima de mim.

- Quanta energia que isso aí deve gastar, não é?! Pelo amor de Deus!

Eu balancei a cabeça... não tenho certeza se afirmativa ou negativamente. Balancei, apenas.

- Isso tudo aí é do governo, não é?!

A cena anterior se repetiu. Ele, mais deslumbradamente fala:

- Um gigante de metal... Olha como é rápido. Vish maria. Que monstro. Impressionante.

E a minha teoria é de que ele veio do passado, ou viveu numa bolha até uns dias atrás.


Medo.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Doce água

A parte mais gostosa de um doce é quando, logo depois, você toma um gole de água.

Ahhhhh, delícia!

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Descentralizado

                                                                                                                     É horrível quando um texto é
                                                                                                                     descentralizado e quando vai
                                                                                                                     não dá pra entender porque
                                                                                                                     fora do centro.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Centavos salvam

Há um tempo atrás, no meio de uma gravação pra TV Gazeta na Paulista, eu estava conversando com o assistente do câmera pausa rápida).

Um grupo de estudantes que também estava fazendo uma gravação chegou perto de nós, perguntando se alguém tinha uma chave-de-fenda, já que não estava conseguindo encaixar a câmera no tripé.

Ninguém tinha.

Mas em determinado momento uma luz pairou sobre o assistente e ele falou: alguém tem uma moeda?!

As pessoas ficaram se olhando, sem entender muito bem. Ele acabou procurando no bolso da camisa e achou uma moeda de 5 centavos.

Usou a moeda como chave-de-fenda e conseguiu encaixar a câmera no tripé.

Apesar do juros e dos altos preços, 5 centavos ainda valem muito.

5 centavos salvam um trabalho de faculdade.



sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Erro

Erro 404. Post não encontrado

O post que você procura existe, só que não

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

micro revoluções n.132

No banheiro do cinema Reserva Cultural, há uns dias.

Em meio a uma fila bagunçada, todos os mictórios estavam sendo usados; ninguém nas cabines.

Todos se olhavam mas, estranhamente, ninguém tomava iniciativa alguma.

Respirei fundo, mirei a cabine do meio e fui! Depois de mim, todos foram (nas demais cabines, claro).

Eu comandei uma micro revolução no banheiro do Reserva Cultural, e tenho orgulho disso.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Desespera!

Dizem que a vida é feita de encontro e desencontro.

Na verdade não. É feita de espera... e desespera.

Desespero.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Não pare de chorar!

Uma mulher estava chorando, hoje de manhã. A amiga dizia "engole esse choro. Para de chorar, mulher!"

Dizer "para de chorar" é uma ação comum pra aquelas pessoas que não sabem com que consolar.
Exigir que o choro seja reprimido é uma atitude extrema e apavorada.
Representa mais uma aflição pela incapacidade de auxiliar do que um conselho racional.

O melhor conselho é não dizer nada, às vezes. Deixar que chore, descarregue.

No máximo dizer, "Não pare de chorar!"

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

400

Este blog está muito orgulhoso: conseguiu chegar à incrível marca de 400 posts.


Foram exatamente 97 posts sobre coisas absurdas e cômicas que já aconteceram na vida deste blogueiro.

55 poesias sobre a vida.

53 posts sobre asma.

35 sobre o club da navalha e sobre barba.

27 contos.

20 haikais.

15 posts contendo apenas onomatopeias.

5 em branco.

E 4 lindas mensagens de corrente.

Que venham mais 400!

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

O conto...

Só neste mês, esse mesmo fato se repetiu 3 vezes:
Um homem me para e pergunta: "Hey, me dá dinheiro pra um lanche!"
"Poutz, cara tou sem grana"
"Pô, 2 conto. Eu tou morrendo de fome, não comi nada o dia todo"
"Eu não tenho nada aqui comigo"
"Qualé, me dá só um trocado. Eu trabalhei o dia inteiro, não coloquei nada na boca"
"Olha, eu tou sem grana, mas eu vou lá no bar com você e te pago um rango, beleza?"
"Não precisa não: dá só dois conto pro salgado"
"Não tenho. Vamos lá, eu não tenho dinheiro aqui, mas eu tou com o cartão e..."
"Ah, então deixa pra lá! Tchau"
E eles se foram.
Lástima.

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Pouco receptiva...

Recepcionista sofre.

Há uns dias, fui no ministério do trabalho; o que era ruim acabou se tornando uma experiência interessante.

Eu estava sentado, esperando ser atendido, quando um cara chega por lá.

Ele tinha um daqueles bigodes com pontinhas nas extremidades (oleosas, por acaso), com o resto da barba mal feita, meio crescida, meio irregular - uma vergonha absurda para o pessoal do clube da navalha.

A moça da recepção olhou para ele com um pequeno susto. Quando ele chegou perto dela para tirar dúvidas, ela começou a se distanciar. E quanto mais ela se distanciava, mais ele chega perto... e perto.

Quando ele foi embora, ela num suspiro de alívio, solta...

- Meu Deus do céu, que bafo de cigarro, eca. Ele chegou cada vez mais perto de mim... Que nojo! Já pensou se ele me beija com esse bigode e esse bafo?!

Um segurança gritou do fundo "Deveria agradecer!". A recepcionista não deu ouvidos e continuo reclamando.

- Que nojo... ai, recepcionista sofre!

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Sabadingo

A rotina é inexorável, já percebeu?

Semana passada o que eu costumo fazer no domingo, por acaso, fiz no sábado.

A sensação de achar que o sábado é domingo é terrível; sensação parecida só acontece quando a sexta parece a segunda, ou sua namorada aparece grávida. Lastimável.

Mas o alívio que se sente quando alguém te lembra que hoje não é domingo, mas sábado, é tão sensacional e gratificante que faz valer qualquer engano.

Por isso, que haja mais sabadingos.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

ToctocVruuuuu

Conversar com alguém enquanto sua casa está em reforma é tipo:
"Ontem eu fui encontrar o pessoal e a minha namorada disse que TOCTOCTOCTOC grávida."

Estudar enquanto sua casa está em reforma é tipo:
"A unidade do conceito informação é dividida em VRUUUUUUUUU morte."

Ouvir música enquanto sua casa está em reforma é tipo:
"Hey, Jude, don't make it TOCTOCTOCTOC better"

Escrever um post enquanto sua casa está em reforma é tipo:
"VRUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU"

TOCTOCVRUVRU

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

A volta

Este blog foi só dar uma volta, e já voltou.

E como ele esteve longe em momentos cruciais da vida brasileira, aqui vai um reprospecto do que aconteceu de mais importante, para que nada passe em branco.

Vacina contra gripe: Ai.

Copa das confederações: Gol.

MTV: Tchau.

#vemprarua: baixou.

Roberto Civita: fechou.

Neymar: foi.

MVIzquierdo: voltou.


quarta-feira, 29 de maio de 2013

Vaca

Seu Magruga chega na vila, ornado com roupa e utensílios típicos de um leiteiro. Bate na porta de dona Florinda, ela atende a porta.

DONA FLORINDA   
Cadê o leiteiro? Por que é você que está entregando o leite?!

SEU MADRUGA
Porque o leiteiro está de vaca!

DONA FLORINDA
"Vaca"?!

SEU MADRUGA
Vacaciones! (BG: RISOS) É "férias", em espanhol.

Marcar reação de desprezo de dona Florinda.

Este blog está de vaca.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Tijolo

Outro dia eu estava no vagão do metrô, lendo.

Acabei deixando o livro cair no pé da mulher que estava na minha frente, sentada no banco. Eu disse pra ela "Nossa, desculpa!!! Ainda bem que eu não leio tijolos!".

Ela permaneceu apática. Eu voltei a ficar calado, novamente, lendo meu tijolo.

terça-feira, 14 de maio de 2013

Asma e barba

A situação é: você está lendo bobagens na internet, e descobre a coisa mais absolutamente sensacional do mundo...


Barba alivia a asma
Motivos para não fazer a barba 9

Homens com asma desencadeada por pólen e poeira deveriam crescer pelos faciais para reduzir os sintomas. Bigodes que atingem a área nasal podem parar ou impedir que alérgenos entrem no nariz e sejam inalados pelos pulmões, de acordo com a especialista médica em pelo Carol Walker, do Birmingham Trichology Centre (Inglaterra).
Sensacional!

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Repita!

Já se pegou repetindo tantas vezes uma palavra, que ela se torna apenas fonemas sem sentido; sem referente?

Marcelo; Marcelo; Marcelo; Marcelo; Marce-lo; Mar-ce-lo; Mar- c-el-o; M-arc-e-lo... M-a-r-c-e-l-o...

M
                                                                                a

                                     r                                                                             c                                           e
           l                  



o





                                           .

Estranho... 

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Cheiro

Alguns cheiros passam por mim e se mostram absolutamente amigos, conhecidos.

É engraçado como aromas evocam imagens, pessoas e situações, tempos, sentimentos...

Infelizmente na maioria das vezes não consigo reconhecer essas lembranças, ou as entender completamente. São sempre frustradas.

É como um sonho, que, quando a gente acorda, não lembra mais; mas tem a certeza de que sonhou.

Já basta.

terça-feira, 7 de maio de 2013

MIS

A forma como o corpo dela é perfeito, seus lábios, toda a silhueta.
A forma como ela sibila, com sua voz doce e suave...

Ai de mim! ela deveria estar exposta no MIS.

sexta-feira, 3 de maio de 2013

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Tanto Drama por Nada #TDPN

Ao contrário do que pensam as 2 pessoas que leem este blog, eu tenho senso de humor.

E é disso que se trata o projeto em que estou envolvido: roteiros de humor pra internet.

Tou muito ansioso pra ver como serão as próximas semanas, já que nesta aconteceu um tipo de "pré-estreia".

Esse aqui é só um teaser, uma demo do que é a intenção do projeto: pegar situações do cotidiano e apertar, até sair choro e riso.

Sensacional.

terça-feira, 30 de abril de 2013

Aparências

Cuidado, às vezes o que parece ser, na verdade não é...

Pra provar, vide link: http://www.parecemasnaoe.com.br/home

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Havem

Espera!

Então não havem mais maneiras de se dizer "há", no sentido de existir?

Prometo, humildemente, que não haverão mais erros de português, neste blog.

Grato.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Tira a mão

- Senhor, essa friagem pode te fazer mal. Vamos entrar!

- Não. Tira a mão de mim!

- Senhor, não se faça de difícil. Na sua idade, não faz bem.

- Tira a mão de mim!

- Senhor, sou seu médico e quero que me obedeça.

- Vai embora. E tira a mão de mim!

- Enfermeira! Enfermeira! Leve esse senhor para dentro agora mesmo!!!

- Você pode pôr a mão em mim.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Horrível

- Que foi, velho? tá abatido, tristão.

- Essas mulheres que passam pela minha rua.

- O que que tem?

- Elas são bonitas.

- Quando isso se tornou um problema pra você?

- Eu não sei. É que eu acho que elas exageram nos acessórios.

- Vai largar adm pra fazer moda? Sempre desconfiei.

- Rará. Não. É esse negócio que elas usam no dedo.

- O quê?

- Aquilo alí. No vizinho do dedo do meio.

- Anelar?

- É.

- Você tá falando da aliança.

- Isso. Olha uma passando. Xiu, fica quieto. (silêncio) Viu? Não sei, acho feio.

- Mas você também usa uma.

- Não vamos fazer caso. Olha outra, xiu. (silêncio). Horrível.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Low battery

Parece piada, mas a bateria do meu celular engordou, a ponto de ficar preguiçosa e não ter energia pra nada.

Ela ficava carregando a noite inteira, mas logo depois ficava sonolenta e dormia sem motivo aparente. É normal, disseram. O negócio é comprar outra.

Entrei numa loja oficial da minha desoperadora e disseram que não vendiam baterias. Me indicaram um camelô (aham, eu disse ca-me-lô).

Na verdade era um camelô de alvenaria, com capinhas de celulares por todos os lados.

Perguntei pro vendedor "A bateria é original?"

Ele disse "Sim"... depois eu me perguntei se, em qualquer outra situação, num ataque de sinceridade ele falaria: "Não. Elas são falsas, ruins e auto-inflamáveis. Mas compre-as, por favor".

Acabei comprando. Um outro vendedor, quando eu estava indo embora, me deu um tapinha nas costas e disse: "Boa sorte".

Estou com medo. Muito medo. Mas com uma bateria fit, em forma.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

segunda-feira, 15 de abril de 2013

O homem que quase dobrou a mulher

O caso chocou toda a nova classe média paulistana.

Aconteceu anteontem, e só chegou aos jornais hoje, já que tiramos o domingo para domingar.

Um esposo foi detido ao ser pego em flagrante, no momento da agressão à mulher, enquanto tentava, violentamente, dobrá-la!

De acordo com testemunhas, o homem, cheio de movimentos bruscos e palavras duras, relatava que a sexta à noite dele havia sido dedicada à mãe doente.

Mas a agressão parou por aí, quando a melhor amiga da vítima o desmentiu, dizendo que o carro dele estava parado na garagem de sua vizinha, por demais saudável e jovem.

O homem estava dobrando sua esposa, e a única coisa que o impediu de dar cabo à ação repugnante, fora a astúcia corajosa de uma colega da vítima.

Em defesa, o homem diz que não a estava dobrando, mas a esticando apenas, num ato amoroso, quase sexual, comum dos maridos, mas mal compreendido.

A esposa está em choque. Suas únicas palavras foram "meus pés quase tocaram minha cabeça. Se não fosse minha amiga, estaria neste momento, inerte, assistindo ao Video Show, fria"

domingo, 14 de abril de 2013

OVNI

Na noite de terça, 09 do 04 de 2013, foi avistado por mim um OVNI.

Por mais que todos não acreditem, eu o vi. Reluzente e desforme, desceu do céu e encobriu a noite com um manto claro de cores diversas e irreconhecíveis.

A paz que se sentiu na vizinhança foi plena. Os idosos dormiram, as crianças se recolheram para brincar.

A comunicação com os seres intergaláticos fora abrupta e desinteressante. Me abordaram sob a alegação de me estarem buscando para a janta. Fui indagado do motivo de nunca mais ter voltado para a casa. É tarde e estamos todos preocupados.

Por pouco não voltei para lá. Lá, de onde muito provavelmente sou advindo.

Lá, de onde a maioria daqui, em seu possante ônibus espacial SLS, modelo 2014, fabricação 2013, chassi 816351, de design arrojado e aerodinâmico, seriam os OVNI's.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Suicídio infantil


Ela era apenas uma criança. Uma menininha.

Vivia no quarto. Era sozinha, mas muito ativa. Girava pelo seu aposento, alegre, sempre com seu vestidinho florido e seus lindos cabelinhos loiros. Ela era linda, praticamente a representação de um anjo.

Foi um susto para todos quando ela apareceu morta, pela manhã. Enforcada.
.


Essas fotos foram cedidas pela polícia, que agora investiga os motivos que motivaram uma criancinha a cometer tal atentado contra si mesma.


O que mais comoveu os investigadores é que, apesar de sua branquidão roxeada, ainda, em seu semblante, sobreviveu um sorriso. Um sorriso vermelho, que será a eterna lembrança que levarão dela.


 Uma cena terrível.

Lástima; triste lástima.

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Lugares vagos

De tempos em tempos, é inevitável: faxina geral.

O objeto da limpeza dessa vez foram CD's antigos.
Sabe aqueles que você comprava na barraquinha? Então. Lembra aqueles que você gravou? Então. Lembra aqueles que você não ouviria mais, nem que houvesse um ataque nuclear na porta da sua casa? Então.

Foi uma faxina interessante. Eu joguei fora uns CDs com jogos de PS1 e de bandas que eu nem lembrava que ouvia (ou me envergonho de dizer que ouvia).

O mais difícil é encarar essa limpeza como um despreendimento do passado.

Hoje tudo aquilo e muito mais está no meu celular. E se tornou lixo.

Agora são lugares vagos no guarda-roupa.

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Guarda esse segredo?

O grande problema de contar um segredo para um amigo de confiança é que essa pessoa tem um amigo de confiança, que tem um amigo de confiança ... que é um amigo de confiança da pessoa que definitivamente não devia ouvir seu segredo por você não o julgar de confiança.

Lástima.

terça-feira, 2 de abril de 2013

Morte

Eu moro numa vila, onde vivem muitas viúvas aposentadas.

Ou viviam.

Hoje, pela madrugada, uma vizinha faleceu. Tinha aproximadamente 80 anos e vivia com a filha. Foi encontrada pela manhã já sem vida, sem calor.

Ambulâncias entraram na vila apertada, de corações apertados. Mas nada podia ser feito.

Não havia massagem que a reanimasse. Agora só resta relaxar os ombros dos que permaneceram.

Mais uma vida é finda.

Se finda todas as vidas, que seja de velhice, em casa, pela madrugada regada de sono e desejo de descanso.

Sem medo, sem choro; quase que sem morte.

terça-feira, 26 de março de 2013

quinta-feira, 21 de março de 2013

Suruba Futebol Clube


As manchetes dos maiores jornais informaram nesta quinta-feira: "Brasil pega Itália com Kaká na reserva e 3 atacantes"

Isso mesmo. Não é mentira. O consulado da Itália no Peru (já que o que está atualmente instalado no Brasil havia se retirado da sala para o almoço) informou que a informação confere.

Apesar da cara de bom moço do jogador Kaká, ele foi pego de chuteira desamarrada com a Itália e mais 3 atacantes, em meio a treinos de chute a gol, ou na linguagem chula popular "chuta que eu pego". Os 3 atacantes e Kaká estavam lançando, enquanto a Itália ficava no gol, só recebendo. Lastimável.

Boatos dizem que Kaká foi atraído pelos três atacantes, para a reserva, com a promessa de que fariam massagem nos seus pés, enquanto cantavam "Milagre", de Jozyanne e a famosa "Ressuscita", de Aline Barros.

Silvio Berlusconi, ao se manifestar sobre o ocorrido, disse: "Eu não estava lá. Todos eram maiores de idade e jogadores. Prefiro modelos de 17"

O blog continuará atrás das informações.

terça-feira, 19 de março de 2013

Brasil

Não existe coisa mais prejudicial para o país do que essas pessoas que usam qualquer probleminha pra falar mal do Brasil.

Tá descontente?! Então vai pros Estados Unidos, pô!

E, por favor, se for mesmo, leva o Brasil junto; tá difícil de viver por aqui.

Abraços.

segunda-feira, 18 de março de 2013

Rotina

Escrever, escrever, ler, escrever, ler, ler, ler, escrever.

Assistir vídeos, escrever, escrever, assistir vídeos, escrever.

E escrever mais um pouco.

quarta-feira, 13 de março de 2013

O controverso novo Papa

Depois de problemas de comunicação com a assessoria do Vaticano, que afirmou categoricamente que aquele era o telefone da Vaticano Pizzeria, as informações chegaram quentinhas, apesar do atraso e do péssimo molho de tomate.

O primeiro Papa latino saiu à janela do Vaticano, Jorge Bergoglio, conhecido como Jorgito pelos colegas, e como papito santo, por sua filha bastarda de 13 anos, orou em diversas línguas e cantarolou um lindo bolero.

Mas os tabloides europeus estão caindo em cima da Igreja Católica já que o novo Papa ainda não havia sido batizado, ou sequer feito comunhão.

Diversos jornalistas arguiram o motivo da escolha de tal Papa, e o clérigo afirmou: "Ele era o único que se mantinha contra a união homossexual. Apesar de ter se declarado gay, há algumas horas".

O burburinho continua.

Habemus papam.




terça-feira, 12 de março de 2013

Eu odeio chuva

Ontem, no meio da tempestade, fui abrir meu guarda-chuva. Mas o topo descolou do cabo, e caiu no chão.

O carroceiro que estava passando na hora, gritou: "10 conto um guarda-chuva, heim!"

E depois, aguentar a namorada me zoando.

Eu odeio chuva.

segunda-feira, 11 de março de 2013

Tentação do suicídio 2

Hoje eu tentei suicídio.

A minha compulsão por masturbação está cada vez afetando mais a minha vida.

Outro dia, esse problema me fez ter de pagar 100 mangos a mais na corrida do táxi. Mais 40 pelas despesas com limpeza interna do carro. Foi a corrida mais cara da minha vida, mas a mais prazerosa também.

Pior foi anteontem, quando não consegui ter uma ereção. Me senti mal por não ser mais homem como antes e por não me atrair  mais como antes. Isso acabou desestruturando minha relação comigo mesmo. Terminamos. Sinto minha falta.

O suicídio sorri para mim. E ninguém nunca sorri para mim. 


Prendi bem forte uma corda no meu pescoço. Duas voltas. O laço mais firme que eu já fiz. Nada me envolvia tão firmemente há anos. Fiquei altamente excitado. 

Passei a noite em claro.

Voltei comigo mesmo.

quarta-feira, 6 de março de 2013

Tentação do suicídio

Hoje eu tentei suicídio. 

Minha professora de cálculo, da faculdade, argumentou que matematicamente minha existência é "um trem que parte da estação Armentino, numa velocidade escalar constante de 150 km/h. Se no mesmo momento uma calibre 12 for disparada na direção oposta, numa velocidade escalar de 60 km/h, qual o tamanho do rombo na sua cabeça?"

Eu disse que não sabia.

Ela respondeu "A estação Armentino não existe. Seria um desperdício de bala, seu inútil"

As coisas não andam bem também no amor.

Semana passada, uma linda mulher, de cabelos curtos, pernas grandes e grossas e busto protuberante me deu bola. Olhou para mim como nenhuma mulher já olhou. Pena que ela era um homem.
Isso me deixaria confuso na hora de saber quem paga a conta do restaurante.  Preferi não trazer maiores pertubações para minha cabeça.

O suicídio sorri para mim. E ninguém nunca sorri para mim. 

Apesar de tudo, continuo caminhando. Meu uninho 98 me deixou na mão, novamente.

Mas o importante é não desistir. Vou tentar suicídio amanhã, novamente.

terça-feira, 5 de março de 2013

Sábio

"O mundo inteiro está aberto ao homem sábio, pois é a pátria para qualquer alma valorosa".
Demócrito de Abdera, conhecido como o "filósofo que ri".

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Sobrenatural

É impressionante como projetos vêm e vão, e a maioria sequer sai do papel.
É necessário mais que vontade. Um tipo de força sobrenatural.
Mas vamos continuar observando.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Compromissos

Numa festa de aniversário de família, estavam minha bisavó (102), e as duas irmãs dela (89 e 94).

Uma delas, a Dirce (94) - dona de casa que ama tricotar e andar de moto, nas horas vagas -, estava triste.

Ela estava realmente pra baixo. "Puxa, eu tinha compromissos hoje"

Eu: "O quê, tia?"

Dirce: "Ah, eu tinha um casamento pra ir, um velório e essa festa. Puxa... eu queria que desse tempo pra ir no velório"

Aniversário, casamento e velório: além de atarefada, ela está naquela idade em que vive tudo de uma vez só. Sensacional.




ps- os números acima indicados representam idade, não quilos. Caso haja dúvidas.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Má alimentação

Ontem, uma mãe, falando ao celular:

"O quê?! Como assim? Que ousadia. Olha só esse menino!"

A mãe estava realmente brava, e continuou:

"Como assim? Ele só quer comer folha, comer verduras? Onde já se viu?"

E pra piorar:

"Eu não posso deixar isso assim! Preciso tomar uma atitude radical, vou guardar todos os bonecos dele, pra ver se aprender a comer direito"

Se na minha casa eu só quisesse comer folhas, minha mãe guardaria meus bonecos também, mas como uma forma de agradecimento.

Algumas famílias são bem diferentes do que a gente imagina.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Renan Calheiros

Madrugada, metrô, linha azul.

Eu estava sentado em um dos bancos e subitamente sinto um cheiro de cigarro. Quando olhei bem, um cara estava fumando um cigarro e tomando uma cerveja num copo de plástico - pra não fazer propaganda, é claro.

Ele começou a conversar, em voz alta, com as pessoas dentro do vagão. "Se o Renan Calheiros pode fumar seu charuto no Senado, por que eu não posso?"

Ele parecia estar tão bem intencionado, na sua atitude anarco-política, quanto bêbado.

Numa determinada hora, se sentou ao meu lado e falou: "Por que iriam me barrar? Não tenho nenhuma droga... ilícita, é claro".

Conversou comigo, jogou o cigarro no chão e pisou nele para que se assegurasse de que ele não causaria mais desconfortos. Se levantou e disse em voz alta, para todos ouvirem: "Quem votou no Renan Calheiros não é vítima, é cúmplice!"

E foi embora, na estação Sé, gritando: "Quem votou no Renan Calheiros não é vítima, é cúmplice!"


sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Triste constatação

É triste perceber que por mais que eu tente me diferenciar das piores espécies de gente, elas ainda são do mesmo gênero que eu.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Confissão

Eu gosto daqueles delicados, as balinhas, mas não como as azuis, que tem gosto de anis.

Eca.

Papel de parede 'Bala – Delicados'

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Fuck off

Há um tempo, no metrô, um garoto, de uns 22, 23 anos entrou no vagão e se sentou. Foi logo colocando os pés no assento da frente, exibindo seu all star cheio de caveiras e com a inscrição 'fuck off' no bico. Aparentemente não ia ganhar nenhum concurso de beleza.

A cara dele estava amarrada, diferentemente do tênis. Ou seja, um rebelde sem causa.

Pensei logo comigo "e se a imaterialidade da inconsciência também se refletisse na forma como o Absoluto se manifesta na extensão do infinito?"... daí acordei e acabei reparando no garoto, e pensei "ipjsh".

Ele me deixou um tanto grilado. Deu pra ver que não tinha cara de boa gente.

Na hora de ele desembarcar, acabou esbarrando em um cara, o xingando e batendo nele. Causou um enorme reboliço. Os dois se desentenderam feio e, infelizmente, o rebelde acabou batendo no outro rapaz e o empurrando de volta para dentro do vagão.

Mas o rebelde também levou um soco. Deve ter ficado com o olho roxo. Mas tudo bem, aparentemente não ia ganhar nenhum concurso de beleza, mesmo.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Para fora do espaço

Hoje, no metrô, eu sentei do lado de uma menina. Ela tinha dentes grandes. Nada exorbitante; apenas grandes.

Mas o interessante é que ela era espaçosa. Eu não conseguia sentar direito na cadeira porque ela ultrapassava o espaço da parte do banco dela, pra ocupar o meu, também.

E daí tudo fez sentido.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Coisas que o politicamente correto quer que você acredite

ESTE PRODUTO CONSOME MENOS ENERGIA.
Carne 100% bovina.
Produto bio-degradável.
Mãos secas com apenas 2 folhas.
Madeira de reflorestamento.
Nenhum animal sofreu qualquer agressão durante as filmagens deste filme.

O cachê deste blogueiro foi todo destinado a instituições de caridade.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Bula

MVIZQUIERDO.BLOGSPOT

COMPOSIÇÃO
Cada post contém:
Extrato seco de Passiflora incarnata..............................................182,93 g
Dipirorona....................................................................................52,93 g
Tributo sobre operações de crédito..............................................385,32 mg
Senso de ridículo..........................................................................00000000000,81 mg 

PARA QUE ESTE BLOG É INDICADO?  
O blog é indicado para radialistas e publicitários desempregados; mães solteiras; obesos com IMC acima de 52; tubérculos; aposentados e pensionaistas do INSS 

COMO ESTE BLOG FUNCIONA?
Atua no sistema nervoso central produzindo efeito sedativo, prolongando o período de sono e letargia matinal. Não devem ser utilizadas doses superiores às recomendadas pelo google

O QUE DEVO SABER ANTES DE LER ESTE BLOG?
Em casos de hipersensibilidade aos posts, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o seu site de numerologia preferido. Não ler doses maiores do que as recomendadas. Este blog não deverá ser lido junto a bebidas alcoólicas, face à potencialização dos seus efeitos retardantes. Neste caso o paciente não deverá dirigir veículos ou operar  máquinas, já que a habilidade e atenção podem chegar a zero e seu vizinho confundi-lo com um esquimó vestindo mini-saia.
O uso deste medicamento junto a drogas inibidoras da monoamino oxidase (ifenelzina e estupidicina delirantis) pode provocar efeito aditivo; ou seja, um vegetal e você não teriam nenhuma diferença

CONTRAINDICAÇÕES
Este blog não se responsabiliza pelas ideias insensatas e boçais.  Não aceitamos devoluções e não ressarcimos danos morais. Adotar dieta rica em fibras.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Tem uma coisinha no seu dente

O grande problema de ser devorado por um fera, seria ter de virar aquelas sujeiras entre os dentes.

Aquela que incomoda quem observa, e é retira sem piedade com um palito de madeira, sob uma tenda feita com a mão desocupada.

Vexaminoso e cruel.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

E se...

Outro dia fui entrevistado por um repórter de TV, lá pela Paulista, pra falar sobre inveja. Respondi algumas perguntas timidamente - com desenvoltura habitual, digamos; e fui embora.

Minutos depois eu pensei bem nas minhas respostas e me dei conta "eu podia ter dito tanta coisa...". E podia mesmo. Ter feito alguma piada - infame, mas ainda sim uma piada; podia ter andado pela Paulista com o câmera, narrando acontecimentos; podia ter feito associações com fatos corriqueiros do dia a dia ou até mesmo com um fato histórico importante. Mas não. Respondi com a minha desenvoltura habitual.

Mas me alegro por saber que isso faz parte do trabalho daqueles que criam histórias: poder sempre reelaborar os diálogos, intensificar as narrativas, ramificar os núcleos dramáticos, e recontar infinitamente.

Um professor de direção de TV bem que disse que o trabalho do roteirista é se perguntar "e se...".

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Pesadelo

Outro dia, numa festa, eu vi três mulheres com o mesmo modelo de vestido, na mesma cor: azul-calcinha cintilante.

Eu me senti dentro de um tipo de pesadelo feminino; daqueles bem assustadores, que elas preferem nem imaginar.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

"Cultive o amor ao saber"

Uma vez, um professor da Faculdade disse, em uma das aulas: "Cultive o amor ao saber"

Essa talvez seja uma das frases mais intensas de que eu me lembro, dos últimos quatro anos.

Ela veio de um professor que nunca escondeu seu amor pelos livros, pelas teorias, pelas filosofias e pelo ato de professorar.

Esse talvez seja o amor mais sincero que alguém pode ser capáz de sentir. Um amor livre de egoísmos; porque é o ato de nutrir o que se faz questão de doar, dividir.

Um amor puro, singular.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Se comportar:

Não deixar que o temperamento ou os âninos sejam extravagantes ou excedentes, de acordo com o os levianos estados de espírito.

Não se exceder ou se transparecer além do permitido socialmente para aquela ocasião ou ambiante.

Comportar-se dentro de si.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Vida dupla


Numa noite de calor, dessas que fez há uns dias, eu estava no metrô, e vi um homem sentado no banco do vagão, esperando sua estação chegar. Um cara normal, que parecia pensar vida, parecia distante.


“Estação Ana Rosa”

Ao ouvir em que estação estava, ele deu um sobressalto e ficou nervoso. Se preparou pra sair do vagão mas, ao se levantar, percebeu que estava esquecendo algo.

Ele tirou de um dos bolsos da mochila uma aliança de ouro e a pôs no dedo anular da mão esquerda. E, mais tranquilo, pulou do vagão.

É preciso ser muito corajoso pra viver assim – ou idiota.