MVIzquierdo

O Lado Esquerdo dos Blogs ou Aquele Blog Onde Você Sente Vergonha Alheia, Mas Tranquilo

Pesquisar neste blog

Translate

terça-feira, 30 de abril de 2013

Aparências

Cuidado, às vezes o que parece ser, na verdade não é...

Pra provar, vide link: http://www.parecemasnaoe.com.br/home

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Havem

Espera!

Então não havem mais maneiras de se dizer "há", no sentido de existir?

Prometo, humildemente, que não haverão mais erros de português, neste blog.

Grato.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Tira a mão

- Senhor, essa friagem pode te fazer mal. Vamos entrar!

- Não. Tira a mão de mim!

- Senhor, não se faça de difícil. Na sua idade, não faz bem.

- Tira a mão de mim!

- Senhor, sou seu médico e quero que me obedeça.

- Vai embora. E tira a mão de mim!

- Enfermeira! Enfermeira! Leve esse senhor para dentro agora mesmo!!!

- Você pode pôr a mão em mim.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Horrível

- Que foi, velho? tá abatido, tristão.

- Essas mulheres que passam pela minha rua.

- O que que tem?

- Elas são bonitas.

- Quando isso se tornou um problema pra você?

- Eu não sei. É que eu acho que elas exageram nos acessórios.

- Vai largar adm pra fazer moda? Sempre desconfiei.

- Rará. Não. É esse negócio que elas usam no dedo.

- O quê?

- Aquilo alí. No vizinho do dedo do meio.

- Anelar?

- É.

- Você tá falando da aliança.

- Isso. Olha uma passando. Xiu, fica quieto. (silêncio) Viu? Não sei, acho feio.

- Mas você também usa uma.

- Não vamos fazer caso. Olha outra, xiu. (silêncio). Horrível.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Low battery

Parece piada, mas a bateria do meu celular engordou, a ponto de ficar preguiçosa e não ter energia pra nada.

Ela ficava carregando a noite inteira, mas logo depois ficava sonolenta e dormia sem motivo aparente. É normal, disseram. O negócio é comprar outra.

Entrei numa loja oficial da minha desoperadora e disseram que não vendiam baterias. Me indicaram um camelô (aham, eu disse ca-me-lô).

Na verdade era um camelô de alvenaria, com capinhas de celulares por todos os lados.

Perguntei pro vendedor "A bateria é original?"

Ele disse "Sim"... depois eu me perguntei se, em qualquer outra situação, num ataque de sinceridade ele falaria: "Não. Elas são falsas, ruins e auto-inflamáveis. Mas compre-as, por favor".

Acabei comprando. Um outro vendedor, quando eu estava indo embora, me deu um tapinha nas costas e disse: "Boa sorte".

Estou com medo. Muito medo. Mas com uma bateria fit, em forma.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

segunda-feira, 15 de abril de 2013

O homem que quase dobrou a mulher

O caso chocou toda a nova classe média paulistana.

Aconteceu anteontem, e só chegou aos jornais hoje, já que tiramos o domingo para domingar.

Um esposo foi detido ao ser pego em flagrante, no momento da agressão à mulher, enquanto tentava, violentamente, dobrá-la!

De acordo com testemunhas, o homem, cheio de movimentos bruscos e palavras duras, relatava que a sexta à noite dele havia sido dedicada à mãe doente.

Mas a agressão parou por aí, quando a melhor amiga da vítima o desmentiu, dizendo que o carro dele estava parado na garagem de sua vizinha, por demais saudável e jovem.

O homem estava dobrando sua esposa, e a única coisa que o impediu de dar cabo à ação repugnante, fora a astúcia corajosa de uma colega da vítima.

Em defesa, o homem diz que não a estava dobrando, mas a esticando apenas, num ato amoroso, quase sexual, comum dos maridos, mas mal compreendido.

A esposa está em choque. Suas únicas palavras foram "meus pés quase tocaram minha cabeça. Se não fosse minha amiga, estaria neste momento, inerte, assistindo ao Video Show, fria"

domingo, 14 de abril de 2013

OVNI

Na noite de terça, 09 do 04 de 2013, foi avistado por mim um OVNI.

Por mais que todos não acreditem, eu o vi. Reluzente e desforme, desceu do céu e encobriu a noite com um manto claro de cores diversas e irreconhecíveis.

A paz que se sentiu na vizinhança foi plena. Os idosos dormiram, as crianças se recolheram para brincar.

A comunicação com os seres intergaláticos fora abrupta e desinteressante. Me abordaram sob a alegação de me estarem buscando para a janta. Fui indagado do motivo de nunca mais ter voltado para a casa. É tarde e estamos todos preocupados.

Por pouco não voltei para lá. Lá, de onde muito provavelmente sou advindo.

Lá, de onde a maioria daqui, em seu possante ônibus espacial SLS, modelo 2014, fabricação 2013, chassi 816351, de design arrojado e aerodinâmico, seriam os OVNI's.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Suicídio infantil


Ela era apenas uma criança. Uma menininha.

Vivia no quarto. Era sozinha, mas muito ativa. Girava pelo seu aposento, alegre, sempre com seu vestidinho florido e seus lindos cabelinhos loiros. Ela era linda, praticamente a representação de um anjo.

Foi um susto para todos quando ela apareceu morta, pela manhã. Enforcada.
.


Essas fotos foram cedidas pela polícia, que agora investiga os motivos que motivaram uma criancinha a cometer tal atentado contra si mesma.


O que mais comoveu os investigadores é que, apesar de sua branquidão roxeada, ainda, em seu semblante, sobreviveu um sorriso. Um sorriso vermelho, que será a eterna lembrança que levarão dela.


 Uma cena terrível.

Lástima; triste lástima.

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Lugares vagos

De tempos em tempos, é inevitável: faxina geral.

O objeto da limpeza dessa vez foram CD's antigos.
Sabe aqueles que você comprava na barraquinha? Então. Lembra aqueles que você gravou? Então. Lembra aqueles que você não ouviria mais, nem que houvesse um ataque nuclear na porta da sua casa? Então.

Foi uma faxina interessante. Eu joguei fora uns CDs com jogos de PS1 e de bandas que eu nem lembrava que ouvia (ou me envergonho de dizer que ouvia).

O mais difícil é encarar essa limpeza como um despreendimento do passado.

Hoje tudo aquilo e muito mais está no meu celular. E se tornou lixo.

Agora são lugares vagos no guarda-roupa.

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Guarda esse segredo?

O grande problema de contar um segredo para um amigo de confiança é que essa pessoa tem um amigo de confiança, que tem um amigo de confiança ... que é um amigo de confiança da pessoa que definitivamente não devia ouvir seu segredo por você não o julgar de confiança.

Lástima.

terça-feira, 2 de abril de 2013

Morte

Eu moro numa vila, onde vivem muitas viúvas aposentadas.

Ou viviam.

Hoje, pela madrugada, uma vizinha faleceu. Tinha aproximadamente 80 anos e vivia com a filha. Foi encontrada pela manhã já sem vida, sem calor.

Ambulâncias entraram na vila apertada, de corações apertados. Mas nada podia ser feito.

Não havia massagem que a reanimasse. Agora só resta relaxar os ombros dos que permaneceram.

Mais uma vida é finda.

Se finda todas as vidas, que seja de velhice, em casa, pela madrugada regada de sono e desejo de descanso.

Sem medo, sem choro; quase que sem morte.