MVIzquierdo

O Lado Esquerdo dos Blogs ou Aquele Blog Onde Você Sente Vergonha Alheia, Mas Tranquilo

Pesquisar neste blog

Translate

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Furtaram o roubo

Hoje, num elevador, dois amigos se encontraram:

- Hei, vem cá. Você disse que foi assaltado?! Meu Deus. E aí? Tá tudo bem?

- Sim, sim. Foi horrível.

- Minha nossa! Mas o que levaram.

- Meu Iphone.

- E como aconteceu? Me conta...

- Ah, antes de entrar no trem do metrô, eu mexi no Iphone e guardei no bolso.

- Hmmm... vai, fala logo!!!!

- E daí quando eu fui ver, ele não tava mais no meu bolso.

- E?

- E levaram ele sem eu perceber... Nem senti nada. Foi horrível.


Leitor deste blog, você tinha que ter visto a expressão de frustração daquele ouvinte. O susto que ele teve ao saber que o amigo tinha sido roubado, se transformou em um total desejo de vingança, quando ele descobriu que na verdade ele foi furtado.

Furtaram o roubo da história...

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Culpa

Não meça sua culpa pelo tamanho da dor dos outros; mas pela falta de moral ou ética de suas ações.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Comunicação Colgate

Hoje, no banheiro, eu chego e encontro um colega do trabalho escovando os dentes.
Começo a escovar os meus também. É iniciada uma conversa...

- He-i, e-ai, Arxelo, (baba), tucho ben?

- Oh, Luix, cher-to (babo). E foxxxe?

- Anquii-luu. (baba de novo)..

- Ah?

- Chanquin-lo.

- Ah?!

- (para de escovar os dentes; cospe) Tranquilo! (volta a escová-los) I uhh ojecho ovo (cospe)?

- Anquii-luu.

- Hein?

- Chanquin-lo.

- Heim?!

- (paro de escovar os dentes; cuspo; enxáguo; me seco) Tchau, Luiz!

É por isso que eu odeio conversar enquanto escovo os dentes.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Café, bolo e caldinho de feijão

Às vezes as opções da maquininha de café vão além do vanilla e do chazinho.

Há umas semanas, eu entrei numa loja de roupas, mas não foi o preço das blusas de frio que me surpreenderam, mas uma máquina de café...


Aparentemente normal, mas quando eu cheguei perto...



Impressionantemente, essa máquina tinha as opções: "beans water", que numa tradução livre para o português significa "água de feijão", popularmente conhecido como "caldinho de feijão da vovó".

Mas a opção que eu mais gostei foi "cake", bolo!

Isso sim é inovação!

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Serumano

Ser humano gananciosos, estúpidos, maus, violentos.

Seres errados.

Tem gente que acerta  ao chama-los de "serumano".

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

O homem do passado (ou da bolha)

Há uns dias, metrô, plataforma.

Um homem olha para o trem chegando com um espanto surreal nos olhos. Se aproxima de mim.

- Quanta energia que isso aí deve gastar, não é?! Pelo amor de Deus!

Eu balancei a cabeça... não tenho certeza se afirmativa ou negativamente. Balancei, apenas.

- Isso tudo aí é do governo, não é?!

A cena anterior se repetiu. Ele, mais deslumbradamente fala:

- Um gigante de metal... Olha como é rápido. Vish maria. Que monstro. Impressionante.

E a minha teoria é de que ele veio do passado, ou viveu numa bolha até uns dias atrás.


Medo.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Doce água

A parte mais gostosa de um doce é quando, logo depois, você toma um gole de água.

Ahhhhh, delícia!

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Descentralizado

                                                                                                                     É horrível quando um texto é
                                                                                                                     descentralizado e quando vai
                                                                                                                     não dá pra entender porque
                                                                                                                     fora do centro.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Centavos salvam

Há um tempo atrás, no meio de uma gravação pra TV Gazeta na Paulista, eu estava conversando com o assistente do câmera pausa rápida).

Um grupo de estudantes que também estava fazendo uma gravação chegou perto de nós, perguntando se alguém tinha uma chave-de-fenda, já que não estava conseguindo encaixar a câmera no tripé.

Ninguém tinha.

Mas em determinado momento uma luz pairou sobre o assistente e ele falou: alguém tem uma moeda?!

As pessoas ficaram se olhando, sem entender muito bem. Ele acabou procurando no bolso da camisa e achou uma moeda de 5 centavos.

Usou a moeda como chave-de-fenda e conseguiu encaixar a câmera no tripé.

Apesar do juros e dos altos preços, 5 centavos ainda valem muito.

5 centavos salvam um trabalho de faculdade.



sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Erro

Erro 404. Post não encontrado

O post que você procura existe, só que não

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

micro revoluções n.132

No banheiro do cinema Reserva Cultural, há uns dias.

Em meio a uma fila bagunçada, todos os mictórios estavam sendo usados; ninguém nas cabines.

Todos se olhavam mas, estranhamente, ninguém tomava iniciativa alguma.

Respirei fundo, mirei a cabine do meio e fui! Depois de mim, todos foram (nas demais cabines, claro).

Eu comandei uma micro revolução no banheiro do Reserva Cultural, e tenho orgulho disso.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Desespera!

Dizem que a vida é feita de encontro e desencontro.

Na verdade não. É feita de espera... e desespera.

Desespero.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Não pare de chorar!

Uma mulher estava chorando, hoje de manhã. A amiga dizia "engole esse choro. Para de chorar, mulher!"

Dizer "para de chorar" é uma ação comum pra aquelas pessoas que não sabem com que consolar.
Exigir que o choro seja reprimido é uma atitude extrema e apavorada.
Representa mais uma aflição pela incapacidade de auxiliar do que um conselho racional.

O melhor conselho é não dizer nada, às vezes. Deixar que chore, descarregue.

No máximo dizer, "Não pare de chorar!"

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

400

Este blog está muito orgulhoso: conseguiu chegar à incrível marca de 400 posts.


Foram exatamente 97 posts sobre coisas absurdas e cômicas que já aconteceram na vida deste blogueiro.

55 poesias sobre a vida.

53 posts sobre asma.

35 sobre o club da navalha e sobre barba.

27 contos.

20 haikais.

15 posts contendo apenas onomatopeias.

5 em branco.

E 4 lindas mensagens de corrente.

Que venham mais 400!

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

O conto...

Só neste mês, esse mesmo fato se repetiu 3 vezes:
Um homem me para e pergunta: "Hey, me dá dinheiro pra um lanche!"
"Poutz, cara tou sem grana"
"Pô, 2 conto. Eu tou morrendo de fome, não comi nada o dia todo"
"Eu não tenho nada aqui comigo"
"Qualé, me dá só um trocado. Eu trabalhei o dia inteiro, não coloquei nada na boca"
"Olha, eu tou sem grana, mas eu vou lá no bar com você e te pago um rango, beleza?"
"Não precisa não: dá só dois conto pro salgado"
"Não tenho. Vamos lá, eu não tenho dinheiro aqui, mas eu tou com o cartão e..."
"Ah, então deixa pra lá! Tchau"
E eles se foram.
Lástima.

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Pouco receptiva...

Recepcionista sofre.

Há uns dias, fui no ministério do trabalho; o que era ruim acabou se tornando uma experiência interessante.

Eu estava sentado, esperando ser atendido, quando um cara chega por lá.

Ele tinha um daqueles bigodes com pontinhas nas extremidades (oleosas, por acaso), com o resto da barba mal feita, meio crescida, meio irregular - uma vergonha absurda para o pessoal do clube da navalha.

A moça da recepção olhou para ele com um pequeno susto. Quando ele chegou perto dela para tirar dúvidas, ela começou a se distanciar. E quanto mais ela se distanciava, mais ele chega perto... e perto.

Quando ele foi embora, ela num suspiro de alívio, solta...

- Meu Deus do céu, que bafo de cigarro, eca. Ele chegou cada vez mais perto de mim... Que nojo! Já pensou se ele me beija com esse bigode e esse bafo?!

Um segurança gritou do fundo "Deveria agradecer!". A recepcionista não deu ouvidos e continuo reclamando.

- Que nojo... ai, recepcionista sofre!

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Sabadingo

A rotina é inexorável, já percebeu?

Semana passada o que eu costumo fazer no domingo, por acaso, fiz no sábado.

A sensação de achar que o sábado é domingo é terrível; sensação parecida só acontece quando a sexta parece a segunda, ou sua namorada aparece grávida. Lastimável.

Mas o alívio que se sente quando alguém te lembra que hoje não é domingo, mas sábado, é tão sensacional e gratificante que faz valer qualquer engano.

Por isso, que haja mais sabadingos.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

ToctocVruuuuu

Conversar com alguém enquanto sua casa está em reforma é tipo:
"Ontem eu fui encontrar o pessoal e a minha namorada disse que TOCTOCTOCTOC grávida."

Estudar enquanto sua casa está em reforma é tipo:
"A unidade do conceito informação é dividida em VRUUUUUUUUU morte."

Ouvir música enquanto sua casa está em reforma é tipo:
"Hey, Jude, don't make it TOCTOCTOCTOC better"

Escrever um post enquanto sua casa está em reforma é tipo:
"VRUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU"

TOCTOCVRUVRU

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

A volta

Este blog foi só dar uma volta, e já voltou.

E como ele esteve longe em momentos cruciais da vida brasileira, aqui vai um reprospecto do que aconteceu de mais importante, para que nada passe em branco.

Vacina contra gripe: Ai.

Copa das confederações: Gol.

MTV: Tchau.

#vemprarua: baixou.

Roberto Civita: fechou.

Neymar: foi.

MVIzquierdo: voltou.