MVIzquierdo

O Lado Esquerdo dos Blogs ou Aquele Blog Onde Você Sente Vergonha Alheia, Mas Tranquilo

Pesquisar neste blog

Translate

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Um amor que nasce

No metrô, outro dia, um homem, de uns 50 anos, quis me bater.

Ele gritava e xingava alguém pelo celular, mas o aparelho ficava sempre de cabeça pra baixo, desligado.

Eu olhava para ele, observava os modos.

Ele dizia "Mata ele!!!". Berrava que tinha que ser assim; ponto final. Eu continuava olhando. Puro interesse. Deu pra perceber que era tudo piração.

Ao sair do vagão, eu ri dele. Um misto de dó e de um tipo sensação de público de uma peça de humor. Meio Brecht, meio "Pra trair e coçar é só começar".

Ele percebeu e me perseguiu. Disse que queria que eu saísse do metrô. Queria me pegar.

Tentei não ligar pra ele. Acabei o despistando.

Infelizmente ele teve o que quis. Alguém lhe deu atenção, e ele se apegou a essa pessoa, a querendo imensamente. A querendo para si.

Como a um amor.

Lástima.

Nenhum comentário: