MVIzquierdo

O Lado Esquerdo dos Blogs ou Aquele Blog Onde Você Sente Vergonha Alheia, Mas Tranquilo

Pesquisar neste blog

Translate

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Mentira

João Cabral de Melo Neto - o poeta - em um de seus poemas, disse que não gostava de balé clássico.

Sempre que ele se sentava nas primeiras fileiras do teatro, em meio àqueles leves e suaves movimentos, ele podia ouvir o estrondo do pesado corpo da bailarina batendo no chão.

Leveza mentirosa.


Uma vez, quando eu era criança, chegou na escola o Coelho da Páscoa. Um coelho de 1, 82 metros feito de pano.

E eu podia ver que a manga do coelho era menor que do homem que o vestia. Debaixo do coelho, um braço de gente cabiluda.


Coelho mentiroso.

Nenhum comentário: