MVIzquierdo

O Lado Esquerdo dos Blogs ou Aquele Blog Onde Você Sente Vergonha Alheia, Mas Tranquilo

Pesquisar neste blog

Translate

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

São Paulo Chuvosa

Tem gente que, como eu, sempre esquece o guarda-chuva.

Tem gente que tem vergonha de andar com guarda-chuva.

E tem gente como esse cara.

"Qual o guarda-chuva que mais combina comigo hoje?
Ai, vou levar todos mesmo!"

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Teoria da Conspiração Contra Mim

Ando sendo vigiado, perseguido.

Anteontem, quando eu voltava de mais um dia de trabalho, BUM, a surpresa, macabra surpresa.

Uma mensagem criptografada de meus inimigos:


De acordo com a numerologia, w + i + l + l + i + a + m + 2 + setembro + 1980 + 3 x estrela, dividido por 2015, dá 37.

O que significa 37? Ainda não sei. 

E isso é o que mais me choca, na forma DOENTIA de aproximação desses malditos conspiradores.

Não estou seguro. Hoje no almoço senti um gosto amendoado na comida e CUSPI tudo antes de engolir. Infelizmente cuspi numa senhora; e momentos depois descobri que eu estava realmente comendo amêndoas.

Bastardos!


Vou deixar aqui uma mensagem criptografada, para meus inimigos: "!ãem ot me hcoque!"

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Jessica Jones

- Hei, você usa maconha?

- Não. Só heroína.

- ...

- Quando digo 'heroína', quero dizer 'Jessica Jones'.

- ... Você é muito esquisito.


Este blogue é muito esquisito.

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Chiuaua

- Sabe, eu tenho um chiuaua.

- Ai, que fofo! Eles são tão bonitinhos!!

- É, mas sei lá.

- O quê?

- Ele late demais. Às vezes eu acho que o nome da raça dele é assim porque, certo dia, um dono não aguentava mais o cachorro latindo e gritou "Xiu, auau!"

- ... Tá. Legal. Olha, eu tenho que ir...

- Tchau-auau.

Conversa ouvida há pouco, numa praça de alimentação da Paulista.


Porque às vezes o mundo dá muito medo.

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Barbeiro

Um dos meus maiores medos, quando comecei a me barbear (logo antes de parar), era o de me cortar.

E, normalmente, me cortava. 

Colocava papelzinho - que é horrível porque gruda e, ao tirar o papel, sangra de novo; 
Ficava pressionando com algum pano - o que era péssimo porque eu tinha que fazer tudo com uma mão só; 
Mas a última opção era sangrar até a morte, então as opções anteriores não ficavam tão ruins assim.


Outro dia eu estava na rua e dois carros perto de mim quase bateram. Um dos motoristas gritou "Seu barbeiro!"

O barbeiro tinha cortado o outro motorista. 


E minha cabeça quase explodiu naquele dia.

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Xuxa Superstar

Ainda não sei porque eu teimo em ler os nietz-horkheim-adorn-habermas-etc e me sentir muito - muito idiota.

Melhor assistir Xuxa Superstar e se sentir muito - muito inteligente.