MVIzquierdo

O Lado Esquerdo dos Blogs ou Aquele Blog Onde Você Sente Vergonha Alheia, Mas Tudo Bem

Pesquisar neste blog

Translate

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Luto 3

Logo após a notícia da sua partida, a primeira coisa que me veio à mente foi aquela sua fotografia de infância.

Quando todos já aceitavam o ocorrido, instalou-se uma discreta contenda, sobre quem ficaria com sua fotografia de infância.

Eu teria brigado por ela. Mas fiquei com vergonha de sequer anunciar meu desejo de ter para mim a sua fotografia de infância.

Luto 2

A falta é uma ideia fabulosa. Em francês, não se diz 'saudade', se diz 'tu me manques': você me manca; você me falta um pedaço.

Um pedaço se foi. Outro inesperado chega. Não para repor, é claro. Esta perna que nos falta, será amenizada por um novo braço.

A família se olha e não entende direito. Eu vi os olhares.


Essa chegada ainda não tem sexo e não foi nomeada. Não falta muito tempo.


Nós brindamos e pensamos em você. Ninguém tocou no seu nome, mas emulamos seu trejeito segurando o copo.


Seu nome foi uma ideia bonita, naquele almoço com mais um convidado.

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Luto

O luto é estranho.

Eu ainda não chorei. E continuo me esforçando para não.

A saudade é estranha.

Queria só dizer 'tchau'. Todo dia à noite. É do que sinto falta. E da sua japona, que era muito feia.



Eu te abracei. Não quis tocar mais você. Já não é necessário.


As lembranças do luto são por vezes fúnebres. A falta de contorno nos seus lábios me entristeceu.


"Olha como ela está em paz". Estou quieto também, e não estou em paz. Estou dormindo e não estou em paz.


Finjo que minha tristeza é pela sua ida. Não é. Sinto um pouco de inveja dela.


Olhar para cá e ver o que foi deixado. Agora essa gente toda é um filme. Ouço você gritando 'foge que é ai mesmo que o ladrão tá!'. É inútil.


O inesperado dói. A espera dói. No fim, é tudo dor. Eu sinto a sua e fico em conflito.


Eu era sensível para as suas tristezas (as secretas), creio que você era para as minhas também (muitas impenetráveis). Nunca te disse isso. Eu entendia você, e acho que você também me entendia. Pouca gente realmente me entende. Pouca gente realmente te entendia. Eu nunca agradeci. Obrigado.

Fiz questão de mandar essa carta pra você. Tem wifi no céu? E morreu.

Atos

No I Ato, o ponto de empatia.

No final do I Ato, um problema aparentemente insuperável.

No começo do II Ato, reforce quem você ama e quem você odeia.

Guarde sua melhor piada para o final do II Ato.

No início do III Ato, o coração se abre e confessam-se pecados, quando se chegou ao fim do poço.

No III Ato, a falha moral revela a Grande Catástrofe.

No final do III Ato, o elixir e o fim.

O Epílogo é opcional.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Kpop

No dia do meu aniversário, eu sonhei com você.

Eu te encontrava, e você dizia 'O que você tá fazendo aqui?!'

Eu pedia só um abraço. Nós chorávamos.

Você dizia um último adeus, resoluto. Eu dizia 'não, não'.

Eu acordei. E aceitei.

domingo, 31 de dezembro de 2017

Obrigado

Às vezes a gente sente medo por achar ter sido esquecido.

A dissimulação, a covardia, a agressividade e a paixão são estratégias de atenção, também.

Toda atenção é um elogio; a paixão e o ódio são o mesmo elogio.

Me sinto feliz por você se lembrar de mim. Sou eternamente grato.

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Olhar

Tentei ler a antiga placa da minha rua e não consegui.

Pensei que alguém tinha trocado, e que nessa nova placa as letras estavam menores e sem definição.


Às vezes a gente acha que o mundo mudou, mas o mundo não mudou.

Nem sequer a placa mudou.

Quem mudou foi eu, que agora olho diferente para o mundo.

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Gordo

Semana passada fui pela primeira vez num nutricionista.

Fiquei um pouco chocado, porque meu objetivo é emagrecer, e o doutor era simplesmente muito gordo. Muito.

Ele olhou pra mim e "E ai, Marcelo, qual é seu objetivo aqui hoje?"

"Ah, quero dar uma afinada, sabe?"

"Bacaba, bacana. Na sua alimentação, o que você acaba comendo, que depois você pensa 'poxa, não precisava ter exagerado..."

"Bolo, com certeza bolo. Amo um bolinho"

"Hmmmm... Mas qual exatamente?"

"Ah, sei lá. De cenoura, eu acho"

"Minha nossa. Meu preferido também!"

"Pois é..."

"Vou te passar uma receita"

"Mas já vou tratar com remédio?"

"Não, não. Uma receita de bolo de cenoura incrível que eu faço. Você tem que experimentar. Anota: 500 gramas de açucar..."

Pra sempre gordo.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Ícone

Eu nunca tinha percebido, mas no e-mail do google, eu confundo o ícone de excluir com o ícone de salvar.

Isso diz tanto sobre mim.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Humano II

- Bom dia, alunos. Na nossa aula de hoje, módulo I de como parecer humano, Deixa ver... Marcelo!

- Presente.

- Pergunta sobre relações humanas! Como tem que ser a postura de um humano frente a outro numa relação de cunho amoroso? 

- Se rechear de medo e carência, alimentando a esperança de um amor verdadeiro em situações de relações limítrofes e de atos inconsistentes e evasivos? 

- Eu tenho pena de você.

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Humano

- Bom dia, alunos. Na nossa aula de hoje, módulo I de como parecer humano, vou escolher... Marcelo!

- Presente.

- Qual é o momento certo de tomar uma atitude madura e honesta, mesmo sabendo que você irá magoar alguém e se machucar?

- Quando todas as suas relações inter-pessoais estiverem desgastadas e comprometidas por conta de indecisões e falta de amor próprio?

- Eu tenho pena de você.

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Tentação do Suicídio

Hoje eu tentei suicídio. 

Pra dar vazão à minha tristeza e solidão, recorri à filosofia, o livro 'minuto de sabedoria'. Girei o livro e abri numa página aleatória; foi como um soco no meu ego:

"impresso em papel de reflorestamento".

Só pode ser um sinal.


O suicídio sorri para mim. Ninguém nunca sorri para mim. 


Minha ex namorada, amorosa, me tomou pela mão, me guiou até carro, me acomodou, me deu um beijo, fechou o porta-mala e gritou "despacha no Tietê!".  

É impressionante como 4g pega bem nessa parte da Zona Norte.


Mas o importante é não desistir. Vou tentar suicídio amanhã, novamente.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Dia

Mesmo com muito sol e nenhuma nuvem, o dia não fica mais claro do que já está ao meio dia.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Morrer dormindo

Muita gente diz que seu desejo é de morrer dormindo.

Quer vestir seu pijama, escovar os dentes, fechar a janela, se deitar e dormir e, assim, morrer em paz, no meio da noite.

A bem da verdade é que morrer dormindo pode muito bem ser no cochilo da tarde.


Cuidado.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Aprendiz

Até que ponto um método de avaliação é mais importante do que o aprendizado?

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Dialética dos inseticidas

Tese: Se você vir uma barata, EXTERMINE-A. Sem piedade ou tempo de últimas palavras. Como? Pegue o seu inseticida preferido. Observe-a morrer, com deleite.

Sua honra estará intacta e o chão livre de despojos de cucarachas. 

Antítese: Inseticidas deixam um cheiro terrível e são tóxicos. Baratas provavelmente já são invulneráveis a eles. Quem vai MORRER é você.

Sua moral ficará no chão e será a barata que irá rir enquanto você estrebucha.

Síntese: Convide as baratas para a janta. Ensine-as a lavar as mãos. Chame-as para dormir em casa, sob a condição de elas tomarem um bom banho.

Faça amigos!

O blog MVIzquierdo deseja a todos harmonia entre humanos e baratas.